A Vida é Mais Importante Que os Métodos

Por que falamos de estrutura, células, MDA? É para encorajar a sua fé, pois se Deus, na sua misericórdia, pôde fazer tudo isto através de nós que – se não fosse por Jesus – somos os mais fracos de todos, imagina o que ele poderá fazer através de você ou qualquer outro irmão em  Cristo! Porém, uma das coisas que eu gostaria de ressaltar é que o segredo de alcançar as pessoas e ganhar vidas para Jesus, não é através de métodos ou estruturas, mas sim através da vida de Deus dentro de cada cristão.

Como entra o evangelismo no meio disso tudo? Bem, não somos  contra nenhum método ou estratégia evangelística, se não ferir os princípios bíblicos. Dentro dos princípios bíblicos, dos princípios de integridade da palavra de Deus, todo método é bem-vindo. Sem esquecer, ainda, que não é só ganhar, mas é preciso cuidar depois.

Usamos tantos métodos e estratégias diferentes. Mas, desde o início do nosso trabalho em Santarém, Deus nos mostrou que o segredo não seria um método de evangelismo. Não seria uma estratégia de evangelismo. Sabíamos que o segredo de alcançar as pessoas e ganhar vidas para Jesus, como dito acima, seria através da vida de Deus dentro de cada cristão. Que os seguidores de Jesus, os discípulos de Jesus, fossem tão cheios de Cristo, tão cheios da presença do Espírito Santo, pois é isto o que atrai pessoas a Jesus. Quando o cristão é tão cheio de Jesus, você nem precisa falar que ele deve pregar no seu trabalho ou na sua escola. Ele não pára de falar de Jesus, Ele fala toda hora, empolgado, de forma “sobrenaturalmente natural”, igual o livro de Atos. Eles estão tão cheios de uma vida vitoriosa e transformada por Deus que, automaticamente, vão arrastando as outras pessoas para as células, para os cultos na congregação, para conhecer Jesus.

Certo irmão, que era recém-convertido e tão cheio de Jesus, começou a falar de Jesus no seu trabalho e encontrou alguns colegas cristãos que não eram “embaixadores”, mas sim “agentes secretos do reino”. Você sabe que Deus não quer agentes secretos?  Mas existem alguns “007 evangélicos” por aí, e nosso amado irmão estava falando de Jesus para uns dois ou três colegas que se enquadravam nesta categoria. Então, o novo convertido falou assim: “Querido, eu estava aqui sofrendo, por tantos anos, trabalhando ao seu lado, com a vida despedaçada, precisando tão desesperadamente de Jesus. Se você tivesse falado de Jesus para mim eu poderia ter mudado anos atrás. Por que você  não me falou nada de Jesus?”

Eu quero estar mais cheio de Jesus. Preciso estar mais cheio de Jesus. Quero chegar ao ponto em que chegou Charles Finney, que ao entrar em algum local, sem falar palavra alguma, deixava nas pessoas uma sensação da presença de Deus. Lembro que certa vez eu estava em Goiânia, num restaurante muito chique, e um garçom ficava olhando para mim. Ele, então, perguntou-me o que havia de tão diferente em mim, ao que respondi falando-lhe de Jesus. Outra vez entrei num escritório e a pessoa que estava na recepção olhou para mim e começou a chorar, pois a presença de Deus estava muito forte em minha vida. Mas isto tem acontecido tão poucas vezes! Eu estou crendo que vai acontecer sempre na minha vida, e na sua também, em nome de Jesus! Nós vamos entrar em um avião, entrar em todo lugar e as pessoas vão sentir a presença manifesta do Espírito Santo.

Extraído do Livro “Discipulado Um a Um: Crescimento com Qualidade” – Abe Huber, MDA Publicações, 2012.

By | 2016-10-23T18:40:03+00:00 outubro 23rd, 2016|Categories: Abe Huber, Célula|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment